Tudo que Você Precisa Saber Sobre Tesouro Direto.

Você já ouviu falar em Tesouro Direto, mas não tem certeza do que isso significa? E se eu te disser que é uma maneira de fazer o seu dinheiro crescer, seguramente, enquanto você ainda está na escola? 

Muita gente pensa que investir é algo só para adultos ou para quem já tem muito dinheiro. Mas a verdade é que entender sobre investimentos desde cedo pode fazer uma grande diferença no seu futuro.

Neste artigo, vamos explorar o que é o Tesouro Direto, como ele funciona e por que pode ser uma ótima ideia começar a pensar em investimentos mesmo sendo jovem. 

1. O que é o Tesouro Direto? 

Vamos explicar com um exemplo para facilitar sua compreensão. O Tesouro Direto é como um cofrinho, mas em vez de guardar moedas ou notas de dinheiro, você guarda títulos emitidos pelo governo do Brasil. 

Por exemplo, imagine que o governo é como um amigo que pede dinheiro emprestado para realizar projetos importantes como construir escolas, hospitais ou melhorar estradas. Em troca desse empréstimo, o governo promete te pagar de volta com um pouco mais de dinheiro depois de algum tempo. 

Esse “pouco mais” que você irá receber é o lucro que você irá obter por ter emprestado o dinheiro para o governo .

Comparação com a Poupança

Por outro lado, provavelmente você já deve ter ouvido falar na poupança, certo? Ela é como uma caixa onde as pessoas guardam seu dinheiro, e com o tempo, esse dinheiro cresce um pouquinho, porém, bem devagar. 

O Tesouro Direto é parecido, mas tem algumas diferenças importantes.

Rendimento: Geralmente, o Tesouro Direto dá mais dinheiro de volta do que a poupança. Isso acontece porque os títulos do Tesouro podem ter rendimentos maiores, dependendo de qual você escolhe.

Segurança: Tanto a poupança quanto o Tesouro Direto são muito seguros. Mas o Tesouro Direto tem uma vantagem, ele é garantido pelo governo. Os títulos do governo possuem garantia do FGC.

Escolhas: Na poupança, seu dinheiro sempre cresce da mesma forma, não importa quanto tempo fique lá. No Tesouro Direto, você pode escolher entre diferentes tipos de títulos, como explicamos antes, que podem crescer de formas diferentes. Isso te dá mais controle sobre como e quanto seu dinheiro pode render.

Então, pensando bem, investir no Tesouro Direto é como ter um cofrinho que te dá a chance de ganhar mais dinheiro do que a poupança, com a segurança de estar emprestando dinheiro ao próprio governo. 

E o melhor de tudo, você pode escolher a melhor forma de como fazer seu dinheiro render, dependendo dos seus planos para o futuro.

2. Como Funciona o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é como uma loja e, nessa loja, você escolhe qual título público você deseja investir seu dinheiro e ver ele crescer com o tempo.  E como toda loja, possui uma grande variedade de produtos, em que, cada um desses produtos, oferecem um retorno financeiro.

Mas como escolher qual “produto” comprar nesta “loja”? Tenha sempre em mente que “tempo é dinheiro”. Ou seja, quanto mais tempo o seu dinheiro estiver em um investimento, maior será a sua rentabilidade. 

Em outras palavras, escolha um produto (título do governo) que tenha maior rentabilidade no menor tempo possível. Vamos falar um pouco mais sobre isso adiante.

Como investir no Tesouro Direto?

Investir no Tesouro Direto é mais fácil do que parece. Primeiro, você precisa ter uma conta em uma corretora de valores ou no seu banco que ofereça essa opção. Geralmente, os bancos virtuais oferecem essas possibilidades de uma forma bem simples e intuitiva.

É como criar uma conta em uma loja online. Depois, você acessa o site do Tesouro Direto, escolhe o título que quer comprar, decide quanto quer investir e, pronto, você já está investindo!

Tipos de Títulos Disponíveis

Existem três tipos principais de títulos que você pode escolher:

1. Pré-fixados: Se você comprar um título pré-fixado, você já vai saber exatamente quanto vai receber no final do investimento. É como se você emprestasse R$100 sabendo que vai receber R$110 daqui a um ano.

2. Pós-fixados: Neste caso, você irá “pegar uma carona” com a economia do país. Em um pós-fixado seu dinheiro cresce de acordo com a economia. Os títulos pós-fixados têm sua rentabilidade atrelada à taxa Selic, que é a taxa de juros da economia nacional. 

Então, se a Selic sobe, você ganha mais; se desce, você ganha menos.

3. IPCA+: Esses títulos são os heróis que protegem seu dinheiro da inflação. Além de um retorno fixo, eles pagam a variação da inflação. Então, se os preços das coisas aumentam, seu investimento também aumenta. 

É como se você tivesse um escudo que protege seu dinheiro de perder valor com o tempo.

Exemplos Práticos

Vamos imaginar que você decidiu investir R$100:

– Pré-fixado: Você compra um título que diz que vai te pagar 10% em um ano. Não importa o que aconteça, daqui a um ano você vai ter R$110.

– Pós-fixado: Se a taxa Selic estiver em 6% quando você investir, e se ela se mantiver assim, você vai ter mais ou menos R$106 no final do ano. Mas, se a Selic subir para 8%, você vai ganhar um pouco mais.

– IPCA+: Se a inflação for de 4% e o título prometer mais 5%, seu investimento vai crescer 9%. Então, seu R$100 vai virar R$109 depois de um ano.

Cada tipo de título tem suas vantagens, e a escolha depende do que você espera do seu investimento e de como você vê o futuro da economia. O Tesouro Direto dá a você a chance de ser o dono do seu destino financeiro, escolhendo o caminho que mais faz sentido para seus sonhos e objetivos.

3. Por Que Investir no Tesouro Direto?

Primeiramente, o Tesouro Direto é uma renda passiva muito melhor do que a poupança, além de ser 100% seguro. Renda passiva, em outras palavras, é como colocar seu dinheiro para trabalhar enquanto você se dedica a outras atividades. 

Para quem está começando no mundo dos investimentos, o Tesouro Direto se destaca como uma opção atraente por várias razões. Vamos explorar algumas delas:

Vantagens do Tesouro Direto para o Investidor Iniciante

Facilidade de Acesso: Começar a investir no Tesouro Direto é como abrir uma conta em uma rede social. Você só precisa de acesso à internet e uma conta em uma corretora ou no seu banco. Além disso, você pode começar com valores bem pequenos, tornando-o acessível para todos.

Flexibilidade: Você escolhe quanto quer investir e por quanto tempo, permitindo que você planeje seus investimentos de acordo com seus objetivos pessoais, seja comprar um novo videogame no próximo ano ou economizar para a faculdade.

Educação Financeira: Ao começar a investir no Tesouro Direto, você aprende conceitos importantes sobre o mundo financeiro, como juros, inflação e planejamento financeiro, preparando-se melhor para o futuro.

Segurança do Investimento em Comparação com Outras Opções do Mercado

Garantia do Governo: O Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros disponíveis, pois é garantido pelo governo federal. É muito raro o governo não honrar seus compromissos, o que faz desses títulos opções seguras para o seu dinheiro.

Risco Reduzido: Comparado a investimentos como ações ou criptomoedas, o Tesouro Direto oferece uma volatilidade menor, ou seja, menos “sobe e desce” nos valores investidos. Isso faz com que seja uma opção mais estável para quem está começando.

A Importância de Pensar no Futuro e Começar a Investir Cedo

Juros Compostos: O poder dos juros compostos é como uma bola de neve. Quanto mais cedo você começar a investir, maior será o seu dinheiro no futuro, pois os juros que você ganha hoje também ganharão juros amanhã.

Hábitos Financeiros Saudáveis: Começar a investir jovem ajuda a desenvolver hábitos financeiros saudáveis que serão valiosos por toda a vida. Aprender a economizar e investir desde cedo prepara você para um futuro financeiro mais seguro e próspero.

Realização de Sonhos e Objetivos: Seja para uma viagem, estudos ou um projeto pessoal, começar a investir no Tesouro Direto pode ser o primeiro passo para realizar seus sonhos e objetivos a longo prazo.

Investir no Tesouro Direto é uma maneira inteligente de fazer seu dinheiro crescer com segurança e estabilidade. Além disso, ensina lições valiosas sobre finanças que serão úteis ao longo de toda a sua vida. Começar cedo aumenta suas chances de alcançar seus objetivos financeiros, tornando-se uma base sólida para um futuro financeiramente saudável

4. Como Começar a Investir no Tesouro Direto?

Investir no Tesouro Direto pode parecer um desafio à primeira vista, mas é mais simples do que você imagina. Seguir alguns passos básicos pode te colocar no caminho para fazer seu primeiro investimento. Vamos lá?

Passo a Passo Simplificado do Processo de Investimento

  1. CPF e Documento de Identidade: Antes de mais nada, você vai precisar do seu CPF e de um documento de identidade, como a carteira de identidade (RG) ou a carteira nacional de habilitação (CNH).
  2. Escolha uma Corretora ou Banco: Para comprar títulos do Tesouro Direto, você precisa de uma corretora de valores ou de um banco que tenha essa opção. Muitas dessas instituições oferecem a abertura de conta online e sem custo de manutenção para investir no Tesouro Direto.
  3. Abra sua Conta: O processo de abertura de conta geralmente é feito online. Você vai preencher um formulário com seus dados pessoais, enviar fotos dos seus documentos e, em alguns casos, uma selfie segurando o documento para confirmar sua identidade.
  4. Transfira Dinheiro para sua Conta: Depois de ter a conta aprovada, você precisa transferir o dinheiro que deseja investir para a conta na corretora ou no banco. Geralmente, isso pode ser feito por TED ou DOC.
  5. Escolha Seu Título e Invista: Acesse a plataforma de investimentos da sua corretora ou banco, encontre a seção do Tesouro Direto, e escolha o título que deseja comprar. Você verá opções como Tesouro Selic, Tesouro Prefixado, e Tesouro IPCA+. Escolha um título, informe quanto quer investir e confirme a compra.

Dicas para Jovens Investidores

Começar a investir cedo é uma jogada inteligente, mas para realmente tirar o máximo proveito dos seus investimentos, há algumas dicas importantes que todo jovem investidor deve considerar:

Importância do Planejamento e da Paciência ao Investir

Comece com um Plano: Antes de investir seu dinheiro, pense sobre o que você quer alcançar com seus investimentos. Você está economizando para comprar algo especial, para a faculdade, ou talvez para garantir um futuro financeiro confortável? Ter um plano claro pode ajudá-lo a escolher os investimentos certos para seus objetivos.

Seja Paciente: Investir é mais parecido com uma maratona do que com uma corrida de velocidade. Os resultados reais vêm com o tempo, não da noite para o dia. É importante manter a calma, mesmo se o mercado estiver volátil, e manter-se focado em seus objetivos de longo prazo.

Como Estabelecer Objetivos de Investimento a Curto, Médio e Longo Prazo

Curto Prazo (até 2 anos): Para objetivos de curto prazo, considere investimentos mais líquidos, que você pode converter facilmente em dinheiro sem perder valor. O Tesouro Selic, por exemplo, pode ser uma boa escolha.

Médio Prazo (2 a 5 anos): Para objetivos de médio prazo, você pode assumir um pouco mais de risco para obter uma rentabilidade maior. Investir em uma combinação de títulos prefixados e atrelados à inflação pode ser uma estratégia inteligente.

Longo Prazo (mais de 5 anos): Para objetivos de longo prazo, você tem mais flexibilidade para investir em opções com maior potencial de crescimento, como o Tesouro IPCA+, que protege seu dinheiro contra a inflação e pode oferecer retornos mais significativos ao longo do tempo.

Perguntas Frequentes – Tesouro Direto

1. O Programa surgiu com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo que pessoas emprestem dinheiro para o Governo Brasileiro?

Verdade. O Tesouro Direto foi criado com a finalidade de democratizar o acesso aos títulos públicos federais, permitindo que pessoas físicas emprestem dinheiro ao governo em troca de uma rentabilidade.

2. O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido somente para empresas, isto é, pessoas jurídicas?

Falso. O Tesouro Direto é destinado principalmente a pessoas físicas, possibilitando que elas invistam em títulos públicos federais de forma acessível.

3. O Tesouro Direto é um programa apenas para pessoas físicas?

Verdade. Embora o foco do Tesouro Direto seja permitir que pessoas físicas invistam em títulos públicos, pessoas jurídicas também podem investir desde que seja por meio de uma pessoa física. Todavia, o programa foi especialmente desenhado pensando nas necessidades de investimento das pessoas físicas.

4. Pessoas físicas podem comprar títulos públicos federais de forma 100% on-line?

Verdade. Uma das grandes vantagens do Tesouro Direto é permitir a compra de títulos públicos federais totalmente online, facilitando o acesso e o investimento por parte dos cidadãos.

5. É necessário comprovar renda acima de R$ 1.000,00 para investir no Tesouro Direto?

Falso. Não existe exigência de comprovação de renda mínima para investir no Tesouro Direto. Qualquer pessoa física com CPF e uma conta em corretora ou banco pode investir, independentemente de sua renda.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.