Alavancagem: quais as diferenças entre a financeira e operacional

A alavancagem é uma estratégia poderosa que pode amplificar os retornos de seus investimentos. No entanto, com grandes recompensas também vêm grandes riscos. 

É por isso que é crucial entender completamente o que é e como ela funciona antes de começar a usá-la em suas estratégias de investimento. Existem dois principais tipos de alavancagem que você pode encontrar: a financeira e a operacional. 

Cada uma delas tem suas próprias vantagens, manutenção e aplicações únicas. Neste artigo, vamos abordar em cada uma delas, explorando como funcionam, quando usá-las e que você precisa saber para gerenciá-las de forma eficaz e segura.

O que é Alavancagem Financeira?

É uma técnica usada por investidores e empresas para aumentar o potencial de rentabilidade de seus investimentos. Ela envolve o uso de dinheiro emprestado para investimentos financeiros.

Por exemplo, suponha que um investidor tem R$ 10.000 disponíveis para investir. Visando aumentar seu capital, utiliza uma alavancagem de 10:1, mas o que isso quer dizer? 

Significa ele poderá realizar operações no valor de R$ 100.000. Ou seja, se o investimento for bem-sucedido, o investidor poderá obter um retorno significativamente maior do que se tivesse investido apenas o seu próprio capital.

No entanto, esse tipo de estratégias também traz riscos. Desta forma, se o investimento não for bem-sucedido, o investidor pode acabar perdendo mais dinheiro do que o capital investido.

O que é Alavancagem Operacional?

A alavancagem operacional, por outro lado, é uma medida de como os custos fixos de uma empresa são usados ​​para gerar lucros. Uma empresa que utiliza este método tende a ter altos custos fixos.

Isso significa que um aumento nas vendas pode resultar em um aumento significativo nos lucros.

Por exemplo, considere uma empresa de manufatura que investe pesado em equipamentos de produção. Esses equipamentos são um custo fixo, ou seja, a empresa tem que pagar por eles, independentemente de quantos produtos estão produzindo. 

Mas por que também possui riscos? A explicação é simples, a receita precisa ser maior do que o custo para que haja lucro. É necessário uma boa consultoria, gestão de caixa, análise de mercado além de uma série de fatores para fazer esse tipo de alavancagem.

Pois a lógica não é sempre válida para o “quanto mais invisto mais ganho”. Não necessariamente! A prudência neste caso é fundamental. Não se trata de apostas, mas sim, de ter clareza e consciência para investir. 

Em resumo, caso os custos com maquinários sejam maiores do que o valor arrecadado, a vida útil da empresa estará comprometida.

Alavancagem Financeira e Operacional na Prática

Para ilustrar as diferenças entre alavancagem financeira e operacional, vamos considerar duas empresas: Empresa A e Empresa B.

A Empresa A decidiu usar a financeira, pegando emprestado R$ 1 milhão para investir em um novo projeto. Se o projeto for bem-sucedido, a Empresa A poderá gerar um retorno significativamente maior do que se tivesse investido apenas seu próprio capital. 

No entanto, se o projeto falhar, a Empresa A ainda terá que pagar o empréstimo.

A Empresa B, por outro lado, decidiu investir em operacional, construindo uma nova fábrica para aumentar a produção. 

Os custos fixos da Empresa B aumentaram, contudo, cada produto adicional que vende muito mais para o lucro, pois os custos fixos já foram cobertos. Isso é alavancagem operacional.

Sendo assim, para cada situação, haverá necessidades diferentes. Por isso é importante ter clareza dos objetivos da empresa e ter uma estratégia clara de crescimento.

A Importância desta estratégia na Gestão Financeira

A alavancagem, seja financeira ou operacional, é uma ferramenta poderosa na gestão. Ela permite que as empresas e os investidores ampliem seus retornos e alcancem seus objetivos financeiros mais rapidamente. 

No entanto, ambas devem ser utilizadas com cautela, pois também pode amplificar as perdas.

A alavanca financeira, em particular, pode ser uma espada de dois gumes. Por um lado, ela pode multiplicar os retornos quando os investimentos são bem-sucedidos. 

Por outro lado, ela pode resultar em perdas significativas se os investimentos não derem certo. Portanto, é crucial para os investidores entenderem completamente os riscos antes de usá-la.

A operacional, por sua vez, pode ajudar as empresas a aumentar seus lucros sem necessariamente aumentar suas vendas. Ao reduzir os custos variáveis ​​e aumentar os custos fixos, as empresas podem aumentar a quantidade de lucro que geram a partir de cada venda adicional. 

No entanto, isso também significa que as empresas precisam manter um volume de vendas suficientemente alto para cobrir seus custos fixos.

Porém, as vezes é necessário acrescentar ousadia na gestão empresarial para que a empresa cresça de forma exponencial. E para este objetivo, alavancar é uma das melhores estratégias de crescimento.

Alavancagem de Ações

A alavancagem, quando se trata de ações, é quando a corretora permite que você opere um valor maior do que você tem em caixa. Em outras palavras, permite usar dinheiro emprestado para comprar mais ações do que o capital que você tem disponível. 

Como em todos os casos anteriores, as operações são feitas na esperança de que o retorno dessas ações exceda o custo do investimento.

Por exemplo, se você tem R$ 10.000 para investir e decidiu alavancar numa proporção de 2:1, você pode operar com mais R$ 10.000 e, assim, comprar R$ 20.000 em ações. 

Se as ações que você comprou aumentarem em valor, você pode potencialmente ganhar mais do que se tivesse investido apenas o seu próprio dinheiro.

No entanto, a alavancagem também aumenta o potencial de perda. Se as ações que você comprou diminuírem em valor, você ainda será responsável por pagar o dinheiro que pegou emprestado bem como além de quaisquer juros sobre esse empréstimo e taxas de corretagem. 

Isso pode potencializar as perdas, com prejuízos maiores do que o esperado. Entretanto, cuidado com este tipo de operação no mercado de ações.

Além disso, é importante notar que esta estratégia pode variar dependendo da corretora e das regulamentações do mercado. Algumas corretoras podem permitir uma alavancagem maior do que outras, e diferentes mercados podem ter diferentes limites.

Potencializando capital e patrimônio

Em resumo, tanto a alavancagem financeira quanto a operacional são ferramentas poderosas. Elas podem ajudar os investidores e as empresas a maximizar seus retornos. No entanto, ambas também trazem riscos e devem ser usadas com cautela.

A chave para usar essa ferramenta com eficiência é entender completamente como ela funciona e estar ciente dos riscos envolvidos. Com o conhecimento e a estratégia correta, a alavancagem pode ser um meio poderoso de multiplicação de capital.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.