Burnout e a escolha da profissão: o que você precisa saber?

A síndrome de Burnout vem ganhando destaque no mundo contemporâneo, afetando a saúde e o bem-estar de trabalhadores de diversas áreas. Por este motivo, escolher uma carreira é uma decisão importante e deve levar em consideração fatores que possam impactar a qualidade de vida e satisfação profissional.

Ou seja, antes de escolher uma profissão, é importante saber responder a pergunta: essa carreira irá me gerar um stress que eu não conseguirei administrar?

Para tomar uma decisão bem-informada, é essencial entender o que é burnout, seus sintomas, estratégias de prevenção bem como as profissões têm maior predisposição ao desenvolvimento dessa síndrome. Neste artigo, abordaremos todos esses aspectos para ajudá-lo a fazer uma escolha consciente e prepará-lo para enfrentar os desafios de sua futura carreira.

O que é burnout?

Burnout é uma síndrome de exaustão crônica relacionada ao trabalho, caracterizada por esgotamento emocional, despersonalização e diminuição da realização pessoal.

Sendo assim, essa condição afeta negativamente o bem-estar físico e emocional dos trabalhadores e pode levar a sérias consequências na saúde, como depressão, ansiedade e problemas cardíacos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2019, burnout foi incluído na Classificação Internacional de Doenças (CID-11) como um fenômeno ocupacional.

Embora não seja classificado como uma condição médica, o reconhecimento do burnout pela OMS destaca sua relevância como um problema de saúde global.

Sendo assim, compreender o burnout é essencial antes de escolher sua profissão, pois isso irá impactar significativamente sua qualidade de vida e satisfação profissional.

A história por trás do termo “Burnout”

O burnout foi identificado pela primeira vez na década de 1970 pelo psicólogo alemão-americano Herbert Freudenberger.

Em 1974, Freudenberger publicou um artigo intitulado “Staff Burnout”, onde descreveu o fenômeno que observou entre os voluntários que trabalhavam em uma clínica para dependentes de drogas.

Ele notou que os trabalhadores apresentavam sinais de esgotamento emocional e físico, bem como uma atitude cínica e distante em relação ao trabalho, pacientes e colegas.

Semelhantemente, outros pesquisadores começaram a investigar o burnout em diferentes contextos profissionais e populacionais.

A psicóloga Christina Maslach, uma das principais pesquisadoras do campo, desenvolveu, juntamente com Susan E. Jackson o MBI, que significa Maslach Burnout Inventory em 1981.

Ou seja, MBI é um questionário amplamente utilizado para medir os três componentes do burnout: esgotamento emocional, despersonalização e diminuição da realização pessoal.

Por fim, desde a descoberta do burnout por Freudenberger, o conceito evoluiu e se tornou um tema importante no estudo do estresse ocupacional e da saúde mental no local de trabalho.

Sintomas de Burnout

No questionário MBI mencionado acima, são abordados componentes de identificação do Burnout. Portanto, iremos abordar seus significados, pois, reconhecer os sintomas de burnout é crucial para que sejam feitas intervenções o mais rápido possível. Os sintomas são:

  • Esgotamento emocional: Sentimento de estar emocionalmente sobrecarregado, esgotado e incapaz de enfrentar as demandas do trabalho.
  • Despersonalização: Atitude cínica e distanciamento emocional em relação aos colegas de trabalho e clientes, levando a um tratamento insensível e impessoal.
  • Diminuição da realização pessoal: Sentimento de inadequação e baixa autoestima relacionado ao trabalho, levando a uma falta de satisfação e orgulho na carreira.

Se você identifica em si esses sintomas, procure ajuda profissional, apoio de amigos e familiares o mais rápido possível.

Prevenção

Para prevenir o burnout, é fundamental adotar estratégias de autocuidado e equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Algumas dicas para prevenir o burnout incluem:

  • Primeiramente, estabeleça limites entre vida pessoal e profissional. Evite levar trabalho para casa e dedique tempo suficiente para atividades de lazer e relacionamentos pessoais.
  • Em segundo lugar, cultive habilidades de gerenciamento do estresse. Aprenda técnicas de relaxamento, como oração e meditação, exercícios de respiração e atividade física regular.
  • Terceiro, busque apoio social. Converse com amigos, familiares ou colegas de trabalho sobre suas preocupações e desafios profissionais
  • Por fim, estabeleça metas realistas para sua vida profissional. Evite a sobrecarga de trabalho e ajuste as expectativas de acordo com suas capacidades e recursos.

Avalie se, com seu atual trabalho, você irá alcançar todas as realizações profissionais que almeja.

Caso não seja possível, comece a pensar em alternativas como mudança de carreira, aprimoramento pessoal ou até mesmo buscar outro local de trabalho. Contudo, não seja refém das suas expectativas irreais.

Profissões com maior risco de burnout

Algumas profissões têm maior risco de desenvolver burnout devido às demandas emocionais, físicas e psicológicas envolvidas.

Antes de escolher sua carreira, é importante considerar o potencial de burnout associado a cada profissão. As profissões com maior risco de burnout incluem:

  • Profissionais da saúde: médicos, enfermeiros e terapeutas enfrentam longas horas de trabalho. Essa profissões lidam constantemente com o sofrimento humano e são responsáveis por tomar decisões críticas.
  • Profissionais de segurança pública: policiais e bombeiros precisam literalmente arriscar a vida para garantir a segurança da sociedade. Além de enfrentar  situações de alto risco e eventos traumáticos em seus respectivos trabalho.
  • Professores e educadores: sobre esses profissionais está toda a expectativa social de garantir o sucesso acadêmico dos alunos. Além disso, precisam  gerenciar comportamentos desafiadores de alunos e familiares e enfrentar grandes demandas administrativas.
  • Controladores de tráfego aéreo: estes profissionais são responsáveis por garantir a segurança de milhares de passageiros diariamente. Trabalham sobre muita pressão, pois todo aquele espaço aéreo está sob sua atenção constante.
  • Executivos e gestores: enfrentam pressão para atingir metas, gerenciar equipes e tomar decisões que afetam a saúde financeira e a estabilidade das organizações.

Tomando uma decisão informada sobre sua carreira

Antes de escolher uma profissão, é importante pesquisar e avaliar as demandas específicas de cada carreira, bem como seu próprio perfil e habilidades para lidar com o estresse e as pressões do trabalho. Algumas perguntas a serem consideradas incluem:

  • Quais são os aspectos mais desafiadores e estressantes dessa profissão?
  • Como posso desenvolver habilidades de gerenciamento do estresse e equilíbrio entre vida pessoal e profissional?
  • Quais são os recursos de apoio disponíveis nessa profissão para lidar com o burnout?

Tomando uma decisão informada sobre sua carreira

Antes de escolher uma profissão, é importante pesquisar e avaliar as demandas específicas de cada carreira, bem como seu próprio perfil e habilidades para lidar com o estresse e as pressões do trabalho. Algumas perguntas a serem consideradas incluem:

  • Quais são os aspectos mais desafiadores e estressantes dessa profissão?
  • Como posso desenvolver habilidades de gerenciamento do estresse e equilíbrio entre vida pessoal e profissional?
  • Quais são os recursos de apoio disponíveis nessa profissão para lidar com o burnout?

Sua saúde emocional em primeiro lugar

O burnout é um fenômeno crescente no mundo do trabalho, afetando a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores em diversas áreas. Antes de escolher uma profissão, é crucial estar ciente do risco de burnout, compreender os sintomas e adotar estratégias de prevenção.

Ao pesquisar e avaliar as demandas de cada carreira e seu próprio perfil, você estará mais bem preparado para tomar uma decisão informada sobre seu futuro profissional e, assim, garantir uma carreira satisfatória e saudável.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.